Entrada proibida: o relato de um refugiado

Graziele Frederico

"Quando me perguntam qual a minha etnia ou minha religião, insisto sempre em dizer que sou só um homem e basta. Eu nunca esperei ganhar dinheiro e por isso mesmo não tinha pensado em sair do meu país. Mas eu acreditava na possibilidade de poder viver o meu estado de direito, eu acreditava em uma liberdade. Quando me tiraram isso, resolvi fazer como tantos outros."Entrada proibida: o relato de um refugiado conta a história de Dagmawy Yimer. Ele saiu da Etiópia no final de 2005, entregou a vida nas mãos de traficantes sudaneses e líbios. Foi preso e torturado. Pouco mais de um ano depois chegou a Lampedusa, a porta de entrada da Itália. Em 2009, outros como ele tentaram a travessia, mas não puderam desembarcar – naquele ano, a ilha siciliana fechou as portas para os imigrantes que chegavam da África.